busca

envie um email telefones para contato
enquete
Qual o seu time preferido?
Goiás
Vila Nova
Atlético Goiano
Flamengo
Corinthians
Outro

17:47 - 14/08/12
Projetos para quartos pequenos

Independente da metragem, todos podem desfrutar de um cantinho bem decorado e aconchegante. A seguir, confira quatro projetos de quartos pequenos e inspire-se:

 
Maturidade no quarto do jovem
 
Apesar de pequeno, este quarto ganhou tons escuros e marcantes. O azul-escuro foi eleito o tom com que o jovem mais se identificava, e entrou na composição através do linho que recobre a primeira parede que se vê ao entrar no ambiente. Com o revestimento, a produção ganhou mais aconchego e requinte, sem perder a jovialidade . Logo acima, uma estreita sanca confere a suave iluminação indireta, que dita a contemporaneidade do espaço, assim como a cama, que, mesmo em madeira cor mel, tem linhas retas e modernas.
 
 
Do mesmo material, a escrivaninha é útil e elegante, acompanhada da cadeira modelo Swan no mesmo tom de azul predominante, aproveitando o cantinho que dispensou o criado-mudo, já existente do outro lado em laca branca com puxadores em cava. Para acomodar a TV de plasma, foi criado um painel, que ainda camufla o fundo de uma sapateira do outro lado, dando profundidade. O móvel, na mesma madeira da cama, tem um nicho para acomodar o DVD e o decodificador.
 
Europa em 12 m²
 
Londres, Paris e Veneza. Três dos destinos turísticos mais cobiçados habitam os planos do casal de juízes, que cultiva o sonho de conhecer o mundo. Além dos guias de viagem, vários objetos decorativos foram trazidos de cidades planeta afora para contribuir com a decoração assinada por Alessandra Neira. As almofadas, por exemplo, foram escolhidas em uma visita à Espanha, antes mesmo do início da execução do projeto.
Partindo da paleta de cores neutras, as paredes ganharam madeira, espelhos e papel de parede texturizado, que imita palha. Alessandra caprichou no aconchego, não deixando paredes nuas. “Quis brincar com a volumetria dos revestimentos, para dar a sensação de que o quarto abraça os moradores”, explica.
 
Palha natural para personalizar
 
Cores e materiais leves foram escolhidos pela designer de interiores Roberta Devisate para melhorar a sensação de amplitude no quarto de 12 m². A cor branca predominou: cobriu de paredes a roupas de cama. Como contraponto, a profissional investiu em um revestimento de palha natural para dar acabamento à cabeceira e bem-estar: fibras naturais trazem sensação de acolhimento.
 
 
A quantidade de elementos também foi colocada em pauta. “Aproveitamos ao máximo os espaços, preservando a distribuição de móveis sem excessos, em uma proposta de decoração moderna e elegante”, completa Roberta.
 
Madeira escura em pouca metragem?
 
No dormitório de 7 m², o revestimento de madeira foi aposta certeira para dar acabamento à parede da cama, que não possui cabeceira. O tempo encarregou-se de imprimir personalidade ao material, marcando seus veios e maturando tonalidades. Os ares de casa na montanha foram ainda incrementados pela manta rústica artesanal, colocada sobre a sofisticada colcha cor de areia.
 
 
Para traçar o perfil atual do espaço, a marcenaria branca ganhou traços inovadores, como a cama, que fica em um nível mais baixo, com pequenas bancadas que fazem as vezes de criados-mudos, ou o painel de laca que embutiu a TV LCD e espaço para livros e DVDs. As luminárias de globo, nas cabeceiras, dão o clima arrojado e criam uma iluminação indireta.
 
Fonte: Portal Decoração
| Mais

 
Veja também


 
Comentários